Flamengo Está na Final do Mundial

alíssima será neste sábado (21), às 14h30.
Quem esperava uma classificação fácil para a tão sonhada final do Mundial, se enganou. O Flamengo sofreu para eliminar o representante árabe Al-Hilal nas semifinais do torneio da FIFA. O time da Arábia Saudita abriu o placar ainda no primeiro tempo, em bela jogada coletiva, com Salem. Acuado, o Flamengo teve dificuldades na criação e cedeu outras grandes oportunidades para o Al-Hilal ampliar.
No segundo tempo, o Flamengo voltou a ser o Flamengo que dominou o futebol do Brasil e da América em 2019. Com marcação alta e participação ofensiva de Gabigol, Arrascaeta e do sempre decisivo Bruno Henrique, o rubro-negro virou a partida e sacramentou a classificação. Arrascaeta foi o responsável por igualar o placar, e Bruno Henrique e Al-Bulayhi (contra) fecharam a conta.
Já classificado, o Flamengo espera o vencedor de Liverpool e Monterrey na grande decisão do Mundial de Clubes. A torcida do Fla se apoia no passado para acreditar no triunfo diante do Liverpool, grande favorito ao título. Em 1981, o Fla venceu o mesmo Liverpool no Mundial, e agora o povo rubro-negro pede o mundo de novo.
No outro jogo do dia, na disputa pelo 5º lugar, o Espérance, da Tunísia, bateu o Al-Sadd, do Catar, por 6 a 2 e estabeleceu o recorde de maior número de gols marcados em um único jogo na história do Mundial de Clubes.

O jogo

 

O primeiro tempo foi do Al-Hilal surpreender os flamenguistas, que entraram desligados no jogo. A equipe da Arabia Saudita pressionou os rubro-negros e teve mais chances de abrir o placar. Aos cinco, Carrillo tentou primeira jogada de perigo do time árabe e ganhou escanteio. Após cobrança, Arão afastou de cabeça. Dois minutos depois, Carlos Eduardo chutou, a bola desviou em Bruno Henrique e saiu para mais um escanteio. No entanto, Giovinco cobrou mal e mandou a bola direto pela linha de fundo.

 

Nos dez primeiros minutos de jogos, os árabes foram melhores.O Al Hilal começa o jogo atacando e jogando no campo de defesa do Flamengo. A melhor chance rubro-negra na primeira etapa foi aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio, o goleiro Abdullah Al-Maiouf afastou com soco. No rebote, Gerson finalizou, na entrada da área, e a bola passou raspando a trave.

 

Aos 15, o Al Hilal quase abriu o placar. Depois boa jogada pelo meio, Al-Dawsari saiu na cara do gol e chuta para grande defesa de Diego Alves. No rebote, Gomis, na marca do pênalti, finaliza mal e manda por cima do gol. Aos 17, foi a hora do Al Hilal marcar o primeiro gol do jogo. Giovinco recebeu pelo meio e abre ótima bola para Al-Buryak na direita. O lateral recebeu e cruza rasteiro de primeira. A bola achou Al-Dawsari de frente, livre, no meio da área. O meia chutou, a bola desvia em Mari e mata Diego Alves. O goleiro rubro-negro ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

 

No segundo tempo, o Flamengo voltou como o Flamengo do Brasileirão de 2019. Com troca de passes rápidos e pouca retenção de bola, o Flamengo conseguiu a classificação na etapa final. Aos dois minutos, Gabriel chegou bem pela direita, cruza rasteiro procurando Bruno Henrique. Al- Muiaouf se esticou todo e ficou com a bola. Logo em seguida, Gabriel achou Bruno Henrique na área, que manda passe para Arrascaeta empatar o jogo no Catar.

 

Aos 6, Arrascaeta faz lindo lançamento para Gabriel. O camisa 9 invadiu a área, limpou a marcação e chuta em cima do zagueiro. Mas o auxiliar já marcava impedimento.Aos 32 minutos, foi a hora da virada rubro-negra. Diego abriu para Rafinha na direita, o lateral cruzou de primeira, para Bruno Henrique marcar de cabeça. Aos 36, foi o momento de cravar vaga na final do Mundial de Clubes. Diego Ribas, que entrou bem no jogo, recebeu na entrada da área e tocou para Bruno Henrique. O atacante tentou cruzamento para Gabriel, mas AL-Bulahy mando contra o próprio gol.

 

A redação do Correio Braziliense deu notas aos jogadores do Fla; confira. 

Ficha técnica – Flamengo 3 x 1 Al-Hilal

Semifinal Mundial de Clubes

Local: Estádio Internacional Khalifa, Catar

Flamengo: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís; Willian Arão, Gerson (Diego Ribas); Everton Ribeiro, De Arascaeta (Pires da Mota), Bruno Henrique (Vitinho); Gabriel Barbosa.

Técnico: Jorge Jesus

Gol: De Arrascaeta (3’2ºT), Bruno Henrique (32’2ºT)

Cartão amarelo: Bruno Henrique (19’1ºT), Pablo Marí (45’1ºT)

Al-Hilal: Abdullah Al-Maiouf; Mohammed Al-Burayk, Jang Hyun-Soo, Ali Al-Bulayhi e Yasser Al-Shahrani; Gustavo Cuéllar, Carlos Eduardo, Salem Al-Dawsari (Al-Abid); André Carrillo, Sebastian Giovinco (Khrbin), Bafétimbi Gomis (Otayf). Técnico: Razvan Lucescu

Gol: Al-Dawsari (17’1ºT), Al-Bulayahi contra (37’ 2ºT)

Cartão amarelo: Giovinco (43’1ºT), Al-Bulayhi (46’1ºT) e Al-Dawsari (23’2ºT)

Cartão Vermelho: Carrillo

    COMENTAR

Sobre o autor

nonato
Foi criado em fevereiro de 2016, este site e aberto nesta data É produto para divulgação do esporte local e Brasileiro e mundial, Estamos orgulhoso de ter você como visualizador, desta pagina obrigado.

Faça o primeiro comentário a "Flamengo Está na Final do Mundial"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*